5 DICAS PARA TE AUXILIAR NA GESTÃO DO ESTOQUE DA SUA FARMÁCIA

Independente do seu ramo de atuação, o controle do o que entra e do o que sai sempre será de grande importância para o seu negócio. Até mesmo por que será esse movimento que assegurará o fluxo de vendas e o retorno financeiro esperado, garantindo que não haja falta e nem excesso de produtos.

Sendo ainda mais importante quando se trata de produtos do ramo farmacêutico, os quais são perecíveis, ou possuem curto prazo de validade e sua má administração pode facilmente resultar em prejuízos financeiros devido a perda do produto.

Por isso nós da OAZEZ separamos aqui 5 dicas para te ajudar na gestão do estoque da sua farmácia, garantindo uma boa rotatividade de estoque e evitar prejuízos.

1. Tenha controle da entrada de mercadoria

Na entrada de mercadoria sempre temos que levar em consideração a necessidade de ter um bom fornecedor, um fornecedor de confiança, que trará os produtos no prazo e principalmente trará aquilo que foi encomendado anteriormente.

Sempre confira aquilo que foi entregue para certificar que não faltou nenhum produto e que não houve nenhum outro erro.

Caso você utilize os nossos sistemas você já possuí uma conferencia automatizada de estoque através de código de barras. Caso contrário realize a conferencia visualmente e confirme se os produtos e quantidades descritos na nota estão de acordo com o que foi entregue pelo fornecedor.

2. Tenha controle dos lotes e prazos de validade

Para certificar que produtos não estejam passando do prazo de validade, o que causa a perda do produto, é importante que haja um bom controle dos prazos de validade.

Nas farmácias o controle das validades por lote já é algo vastamente utilizado em caso de medicamentos controlados. Entretanto, existem diversos outros produtos que também tem o seu prazo de validade e muitas vezes não são incluídos neste controle.

Sendo assim para evitar gastos desnecessários, por conta de produtos vencidos, e diminuir o risco de produtos passarem da validade, é importante que todo item que for acrescentado na loja seja ordenado por lote e validade.

3. Tenha uma lista dos itens de maior e menor saída.

Por meio de uma lista onde você consegue ver qual item tem maior ou menor rotatividade, através disso, determinar qual produto deve ser pedido em maior numero e qual não deve. Erro que muitos acabam cometendo por não terem uma boa gestão de estoque é o de comprar uma quantidade grande de um produto que tem baixa rotatividade, o que afeta diretamente no seu caixa.

Sendo assim, a escolha da quantidade que será solicitada do produto deve ser de acordo com o fluxo do mesmo, para que dessa forma seja determinado o estoque máximo e mínimo desse produto. Sempre levando em consideração, não só a rotatividade, mas também a validade e as condições necessárias para armazenamento.

Se você ainda não começou a fazer isso, comece hoje. Faça uma listagem dos produtos, das quantidades, numero de lote e validade, verifique a quantidade necessária desse produto e quanto tempo dura o estoque atual.

Sempre bom, também, estar incluso na sua lista produtos que não são comercializados, mas necessários para o funcionamento da sua farmácia, ou clinica.

4. Auditorias periódicas do estoque

Essa é uma etapa de grande importância para a validade da gestão da sua farmácia. Ao menos uma vez por mês, realizar uma auditoria do estoque de sua farmácia, é ideal para certificar-se de que tudo está de acordo.

Um simples balanço de estoque pode evitar grandes problemas para a sua gestão, até mesmo como perda de produtos, falta ou excesso de um item.

Depende do tamanho da sua farmácia e sua rotatividade, mas, a cada 15 ou 30 dias é bom que seja realizado uma auditoria do estoque da sua farmácia.

5. Tenha uma boa ferramenta de gestão

O estoque da sua farmácia pode ser que seja a parte mais importante do seu negócio, e muitos negligenciam esse ponto, se deixam levar por planilhas e documentos de papéis, o que pode até ser uma solução temporária, mas muito precária.

Invista em uma boa ferramenta de gestão, além de facilitar o seu trabalho poderá te salvar de diversos problemas não apenas em relação ao seu estoque mas em relação a clinica como um todo.

Procure uma ferramenta que agregue a sua área e atenda todas as suas necessidades, desde a gestão do seu estoque farmacêutico ao fluxo de caixa da sua clinica. Procure um software que atenda as demandas e exigências do seu ramo também. Nós da área da saúde sabemos como os órgãos institucionais cobram e são exigentes, então ter um sistema que agregue a tais exigências é importante.